sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Aprendi com a Primavera

"Aprendi com a primavera; a deixar-me cortar e voltar sempre inteira".
 Cecília Meireles

  A primeira vez que li este período, procurei analisar-lhe o significado. Avaliei a intenção da poetisa ao formular o verso e passei a conjecturar como a primavera nos ensina.
  O que é a primavera? É a estação das flores e pode ser traduzida em cores, beleza, perfume, deslumbramento, gorjeio de pássaros, claridade. Algo que chama a atenção sobre os aspectos visual, auditivo e cinestésico.
  Qual a lição deixada pela primavera quando ela se vai? Mudança, bem estar, equilíbrio, nascimento, despertar para novos horizontes.
  Procurei trazer a interpretação da frase para minha vida. Após a flor desabrochar e espargir suas cores e aromas, ela murcha e morre. É necessária a poda para trazer vigor à planta e um novo florescer.
  Acredito que a evolução humana é semelhante à primavera. Precisamos cuidar e regar nossas virtudes e fazê-las florescer e frutificar. É importante podar e arrancar os sentimentos mesquinhos, defeitos, que nos afastam do caminho do crescimento e convivência pacífica com o nosso próximo.
  Penso que se deixar cortar é transformar mazelas e defeitos em sentimentos positivos, construir qualidades. Isto só é possível através do autoconhecimento. Quando identificamos em qual aspecto precisamos mudar, parte do problema foi solucionado. Com empenho e perseverança é possível nos transformar.
  Quando nos modificamos para melhor, o mundo também é transformado. A mudança real ocorre de dentro para fora e afeta aqueles que nos rodeiam. Assim voltamos sempre inteiros. Temos mais sentimentos bons e qualidades a partilhar.
  Por todos os motivos expostos acima, acredito que devemos aproveitar a lição da primavera.
  Desejo-lhe uma estação repleta de luz, paz, descobrimento e crescimento.
  Feliz Primavera!!!

  Cláudia Conegundes  

Nenhum comentário:

Postar um comentário