terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Demissão: dê a volta por cima

Olá Amigos,
Saúde e paz!
Caso você tenha perdido o emprego, não se sinta infeliz. Pode ser a oportunidade para um recomeço em outra empresa e em melhores condições de trabalho. Use sua inteligência e invista continuamente em aprendizado. Com certeza logrará êxito em suas metas.
Espero que apreciem o texto.
Desejo-lhes contínuo sucesso!
Um abraço,

Cláudia Conegundes

Madson Moraes
Saia por cima!
Dá para sair por cima sempre de uma demissão. Talvez ela seja o que você precisava para olhar para si mesma e buscar o autodesenvolvimento. 'Temos um exemplo de uma funcionária que estava há oito anos em uma empresa, sem chances de crescimento e foi demitida sem esperar. Atualmente, ela é uma profissional superimportante, ganha o dobro do que ganhava e está se desenvolvendo cada vez mais', explica o consultor.

Aproveite para refletir
Demissões podem acontecer por várias razões, nem sempre será por mau desempenho. Mas é sempre bom fazer uma reflexão das possíveis causas e estar aberta para conhecer a verdade. Ficar na defensiva e mentir para si mesma ou colocar a culpa nos colegas ou no chefe não vai ajudar em nada o seu crescimento pessoal. Segundo Otahamar, existe sempre alguma coisa que você pode aprender de uma demissão e, assim, evitar as decisões ou a falta de percepção que a levaram a ser demitida em primeiro lugar.

Refaça seus objetivos profissionais
Primeiramente, não se deixe abater nem destrua sua autoconfiança. Essas coisas acontecem e você tem que ser flexível. Se você não vai mais poder assumir o cargo de gerente que pretendia naquela organização, não quer dizer que não conseguirá em outra empresa. 'É sempre melhor ter objetivos macros, dar espaço para a flexibilidade que a vida exige. Uma demissão só muda o local dos seus objetivos, não a essência deles', explica o especialista.

Cuidado com o desespero
Envio de currículos para departametos de Recursos Humanos sem ser solicitado não ajuda muito. O que você deve fazer é estar com seu CV sempre atualizado. O mesmo vale para suas informações nos bancos online, como o LinkedIn (rede social profissional) e Catho. Use os agregadores de pesquisa de vagas para se candidatar às vagas de interesse. E seu networking de contatos para saber se existem oportunidades abertas. Lembre-se de que o Brasil está passando por um momento único e não se apresse em aceitar qualquer proposta que aparecer. Seja seletiva, escolha uma empresa condizente com seus valores e objetivos de carreira. O desespero é o pior inimigo.

Sair e se distrair é fundamental
Atividades como sair com os amigos, passear, visitar feiras e exposições ajudam a conter o desespero natural, aquela sensação de que o chão desapareceu que normalmente acontece quando se perde um emprego. Essas distrações vão ajudar você a tomar melhores decisões, a não se precipitar, a ver que você possui o apoio de pessoas queridas. Isso ajuda a abrir e expandir um pouco sua mente.

Falar mal da última empresa 'pega mal'
Isso é a maior causa de uma entrevista que estava indo superbem não se transformar em uma contratação. E o problema não está apenas em criticar o ex-chefe ou ex-colegas, mas dizer que seu gestor nunca a escutou, a empresa nunca deu espaço para você crescer, os colegas de trabalho eram muito invejosos, as promessas não eram cumpridas. Resumindo, se não for para falar bem, não fale uma palavra.


http://estilo.br.msn.com/tempodemulher

http://estilo.br.msn.com/tempodemulher/carreira/fotos.aspx?cp-documentid=32267590#image=1

Nenhum comentário:

Postar um comentário