segunda-feira, 15 de julho de 2013

Como Definir Metas Conscientes?

Olá Amigos,
Saúde e paz!
O texto de hoje traz muitas dicas preciosas sobre a maneira adequada para traçarmos nossas metas e torná-las alcançáveis. Para mim trouxe muito aprendizado. Espero que o mesmo ocorra para todos que leiam o artigo.
Desejo-lhes muito crescimento, contínuo sucesso e uma ótima semana!
Atenciosamente,

Cláudia Conegundes





Muitos de nós somos eternamente inconformados com a própria situação atual e esse sentimento nos faz buscar pela evolução contínua. Felizmente, eu tive a oportunidade de ajudar muitas pessoas a atingirem as próprias metas com o Coaching, acompanhando-as passo a passo e, assim como você, sempre estou em busca de algo a mais. Entretanto, se você estiver totalmente conformado com a sua situação atual, significa que não precisa ler este artigo.

Se você precisa alcançar algo especial, mas não sabe como, ou tem alguma dificuldade, eu tenho algumas dicas para você conseguir o resultado que deseja. Todo resultado precisa ser alcançado com um método e existem muitos métodos para se definir objetivos, mas eu prefiro aquele que funciona.

Definir uma meta, nada mais é do que tornar consciente um desejo ou sonho que você almeja. Ela precisa ser escrita e ter um significado pessoal muito importante para poder se realizar. Veja porquê escrevê-la: você consegue construir um quebra-cabeça de 3.000 peças sem a imagem final da obra? É possível, mas eu não perderia tanta energia e tempo nessa construção sem a imagem clara daquilo que eu quero construir. É por isso que o arquiteto usa um projeto, portanto, você precisa escrever a sua meta. Assim, você terá clareza do que realmente quer alcançar. No caminho, você vai conseguir encaixar peça por peça.

Para ter significado, a meta precisa ser coerente com a sua vocação, que é o seu caminho a seguir. Durante esse caminho, você precisará alcançar resultados, daí a importância de definir metas conscientes. Se você ainda tem dúvidas sobre a sua vocação, leia o meu artigo anterior: “Qual é a sua vocação?”. Entenda que a sua meta só valerá a pena ser alcançada se estiver associada à sua verdadeira identidade, do contrário, será mais uma promessa de fim de ano sem cumprir. Se conseguir cumpri-la sem uma identidade bem definida, dificilmente ela vai lhe satisfazer realmente.

O acróstico SMART do Peter Drucker (1962) é um método que funciona. Escrever a sua meta a partir deste modelo significa que ela deve ser específica, mensurável, alcançável, relevante e temporal.

Específica: o quê eu quero?

A meta deve ser definida de maneira muito específica, de tal forma que qualquer pessoa possa visualizá-la e entender exatamente o que você quer com ela. É como a imagem final do quebra-cabeça. Não basta escrever “quero uma carreira próspera e estimulante”, isso é muito vago. Qual é o cargo que você almeja? Qual é a empresa que você quer trabalhar? O quê exatamente você quer fazer? Detalhes são importantíssimos. A planta do edifício não pode ter buracos. Desenhado com perfeição, o projeto aumenta as chances de o edifício ser sustentável.

Mensurável: qual o tamanho?

Você deve mensurar de forma quantitativa. Significa atribuir valor em tempo, dinheiro ou qualquer outra unidade de medida que permita delimitar o alcance daquilo que você quer. Possibilita, também, saber quanto ainda falta para conseguir o que almeja. Para um homem descontente com a obesidade, de 1,80 m e 140 kg, não basta emagrecer. Ele quer emagrecer 60 kg para atingir os 80 kg ideais. Vender alguns ingressos da festa junina também é incerto para a igreja, pois ela precisa de R$ 2.000,00 para custear a reforma. Portanto, é necessário vender 100 ingressos, já que cada um tem o preço de R$ 20,00.

Relevante: qual a importância?

É necessário um bom motivo para investir o seu tempo e a grande quantidade de energia no alcance dessa meta. Ela será uma prioridade, se não for, será ilusória. Por que você precisa comprar o Ford Focus Sedan 2013 de R$ 49.400? “Com este carro, eu vou deixar os meus filhos com segurança na escola, além de buscar a minha esposa no trabalho que é distante. Sem contar, que será uma ótima imagem para os clientes que eu vou visitar. E o mais importante: eu adoro esse carro!”. Então, está justificado.

Temporal: quando vou realizar?

Lembra-se dos ingressos da festa junina? Você vai faturar os R$ 2.000 para custear a reforma vendendo os 100 ingressos, mas precisa arrecadar no máximo em dois meses para que a igreja não desabe antes! Divida o prazo maior em prazos menores para avaliar a conquista de cada passo dado.

Estabeleça a data de início e de término do objetivo, ou seja, um período. Por que o estudante universitário muitas vezes atrasa a entrega do TCC? A mente dele está programada apenas para o prazo de entrega. Se ele delimitar o problema e os objetivos de pesquisa em fevereiro, o referencial teórico em março e abril, a metodologia em maio, a análise dos resultados em junho e julho, as conclusões em agosto, pode ser que ele entregue o trabalho com três meses de antecedência. Cronogramas existem para serem cumpridos, enquanto os outros ficam noites sem dormir na véspera da entrega.

A natureza nos ensina que, para se colocar fogo em alguma coisa, basta concentrar a energia de cada raio de luz proveniente do Sol. Observe que isso se faz com foco e concentração. Basta você concentrar as suas energias em um objetivo por vez e deixar de ser disperso. Sem saber aonde se quer chegar não se chega a lugar algum. A meta que você definir vai lhe dar o foco que precisa e aumentar a concentração de energia em determinada direção.

Espero que este texto seja útil para você, lembrando que a utilidade se dá com a prática. Então, não perca tempo e escreva a sua meta conscientemente. A ação será a ponte entre o que você escreveu e o resultado. Lembre-se de curtir este artigo e oferecer os seus comentários. O próximo será sobre o planejamento orientado para os resultados.




http://administradores.com.br/artigos/carreira/como-definir-metas-conscientes/71706/

Nenhum comentário:

Postar um comentário