sexta-feira, 18 de julho de 2014

Procrastinação: perda de tempo ou sinal de alerta?

Olá Amigos,
Saúde e paz!
No texto de hoje o autor faz uma importante distinção relativa à procrastinação, enquanto perda de tempo e adiamento de tarefas, comparando-a com a reflexão, ponderação antes de realizar qualquer empreendimento. É importante que saibamos diferenciá-las, buscando agir acertadamente em todas as ocasiões.
Desejo-lhes muitas decisões felizes, contínuo sucesso e ótimo fim de semana!
Atenciosamente,

Cláudia Conegundes



Tom Dotz

Comportamentos como a procrastinação geralmente obtêm uma condenação muito ruim. Qual é a vantagem que a procrastinação pode trazer? Você não pode evitar arranjar um tempo para efetuar a conferência da sua conta bancária, ou mudar de emprego ou cortar relações com algumas pessoas na sua vida. Como isso pode ser útil? É apenas um desperdício de tempo, certo? Na PNL nós pressupomos que todo comportamento é útil, em algum contexto. Essa é uma briga bastante ampla. Vamos olhar uma imagem que podemos pintar com esse exemplo.

E se pelo menos, algumas vezes, a procrastinação é o seu self dizendo "espere um pouco, isso precisa ser mais bem pensado"?

Só porque você está distraído ou desatento ou por hábito, a procrastinação pode lhe custar dinheiro ou constrangimento. No entanto, quando há uma razão legítima para hesitar, fazer algo pode sair mais caro. Um tipo de hesitação é inconveniente. O outro é um sinal de alerta.

Muitas vezes, nós protelamos fazer o que sabemos que precisamos fazer quando, na realidade, seria muito melhor acabar logo, como tínhamos planejado. Temos contas bancárias para verificar, formulário do imposto de renda para preencher, a manutenção da casa, roupas, louças e contas a pagar. Protelar tarefas como essas gasta uma enorme quantidade de energia. A tarefa incompleta ou não realizada vai ocupar a nossa mente e ficar "pipocando" para nos distrair em meio a outras atividades frequentemente mais prazerosas. É aqui onde a procrastinação é realmente uma dupla perda.

A PNL oferece muitas maneiras simples para lidar com esses atos menores de procrastinação, e fazer isso torna a sua vida mais fácil e mais fluida. Você terá mais tempo e energia e mais tempo disponível para se concentrar no que realmente lhe satisfaz.

Existem outros tipos de procrastinação que são mais graves e que merecem mais atenção.

Um exemplo óbvio é o trabalho em que você faz corpo mole, chegando normalmente no último minuto ou depois da hora, e esquivando-se o mais cedo possível. E mesmo quando você estiver lá, você escolhe o que fazer a partir de um cardápio de coisas que você preferiria evitar completamente.

Depois, existem aquelas pessoas que você preferiria não encontrar, atividades em que você está "envolvido", obrigações sociais que são um tédio, e mesmo as obrigações familiares, de alguma forma, foram impostas.

O tipo de estresse que isso lhe causa é tão ruim como qualquer outro. Enquanto um trabalho que você não gosta pode parecer como uma necessidade, você certamente tem mais possibilidades de escolher as suas obrigações sociais.

O que é fundamental para usar sabiamente a procrastinação é reconhecer quando é um aviso e, quando é apenas... uma procrastinação. O segredo para fazer uma melhor distinção é chamado de "congruência". Ser congruente com alguma coisa é estar completamente certo sobre o que você quer fazer, quando, como e com quem. A perfeição é que quando você chega a uma escolha congruente, não há mais qualquer hesitação. Você é 100% impulso, e não perde mais tempo nem energia em criticar ou repensar.

O conceito de congruência tem sido amplamente analisado no campo da modelagem funcional conhecida como PNL ou Programação Neurolinguística. Vários modelos comportamentais eficazes foram criados para permitir que as pessoas avaliem constantemente a qualidade da congruência nas suas escolhas.

É como o meu envolvimento com a vela, a minha atividade de lazer favorita quando adolescente. Eu navegava todas as quartas de tarde e todos finais de semana. Era uma paixão à qual estava totalmente envolvido. Uma quarta-feira à tarde, eu saí de Los Angeles dirigindo um caminhão de entregas, e exatamente às 4 da tarde peguei a rodovia 405, em Santa Monica Boulevard. Fui pela 405 norte até a 101, no meio do tráfego de LA e, em precisamente, 90 minutos e 150 quilômetros, entrei no estacionamento do Santa Barbara Yacht Club.

Não houve nenhuma hesitação envolvida - e também nenhum limite de velocidade ultrapassado. Eu simplesmente estava bastante atento e focado: bem congruente. Esse foco (e a altura do caminhão) me deu uma vantagem que eu usei para me orientar no tráfego e fazer a escolha da pista certa. Todos nós temos os nossos favoritos, seja jantar com os amigos, um jogo, um concerto e até no trabalho, podemos ter tarefas ou projetos ou pessoas favoritas.

Esses são exemplos de congruência, momentos em que você alinhou os seus valores e o seu envolvimento com uma tarefa, uma atividade ou uma pessoa. Um contraste fácil de reconhecer é um trabalho onde o coffee break é o único momento agradável que você tem o dia todo.

Quanto mais você notar essa diferença, mais escolhas você terá sobre como a sua vida está melhorando.

Tão fácil como um simples processo de PNL, ou tão completo quanto o treinamento completo, você pode começar no ritmo que escolher para criar hoje a vida que você quer. Afinal de contas, você está protelando a sua maior satisfação? Isso é tão ontem.


Tom Dotz, presidente da NLP Comprehensive, estuda PNL desde 1978, é Master Practitioner certificado em PNL e Practitioner em Saúde.





http://www.golfinho.com.br/artigospnl/artrapido201406.asp

Nenhum comentário:

Postar um comentário